Assembleia reivindica duodécimo maior em diálogo com o governo

Assembleia reivindica duodécimo maior em diálogo com o governo

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino (PSB) deflagrou negociação com o governador João Azevedo, também do PSB, para tentar uma reavaliação nos valores de repasses mensais de recursos, sob a alegação de que o duodécimo deste ano está sendo menor do que o de 2015 e que por conta disso a Casa enfrenta problemas financeiros. “É uma discussão institucional. O governador me disse que se dentro da Lei tiver condições está pronto para atender”, salientou o dirigente da Casa de Epitácio Pessoa, acrescentando que os demais integrantes da Mesa Diretora compartilham da reivindicação.

Adriano Galdino informou que a última folha de pagamento da gestão passada foi maior do que o duodécimo e que precisou realizar cortes em diversos setores da instituição a fim de readequar os valores das despesas com o total dos duodécimos. Chegou a afirmar que houve um corte “substancial” e que de sua parte já dialogou com o sindicato dos servidores mostrando-lhe a verdadeira situação do Poder. Admitiu que há reclamações por parte de alguns mas não há outra alternativa. “Todos temos que ter consciência de que precisamos cortar em todos os lugares, inclusive, nos gabinetes”, explicou.

A Assembleia Legislativa promoveu, ontem, Sessão Especial em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 08 de Março. A sessão foi proposta pela deputada Camila Toscano, do PSDB, que preside a Comissão de Direitos da Mulher da ALPB. De acordo com Camila, é dever do Poder Legislativo levantar debates onde sejam apresentados os problemas, não só concernentes à rotina da mulher paraibana, mas envolvendo alternativas para equacionar as demandas. “Debater não somente a violência mas todas as necessidades da mulher, a exemplo de empregos, de oportunidades para sua família e seus filhos – eis o nosso desafio. Temos que trazer debates propositivos que saiam daqui com encaminhamentos”, externou a deputada. De sua parte, a deputada Pollyana Dutra, do PSB, que preside a Comissão de Constituição e Justiça, frisou que durante a sua atuação no Executivo, como prefeita da cidade de Pombal, procurou defender os interesses do segmento feminino e que se pauta pela mesma diretriz à frente do mandato parlamentar.

Nonato Guedes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *