Azevedo anuncia secretariado hoje e manterá nomes da atual equipe

Azevedo anuncia secretariado hoje e manterá nomes da atual equipe

Em clima de expectativa, apesar do prenúncio de que não haverá grandes novidades, o governador eleito João Azevedo (PSB) deflagra hoje, a partir das 10h, em transmissão por redes sociais, o anúncio do seu secretariado. Apurou-se que alguns auxiliares do atual governador Ricardo Coutinho ficarão nas Pastas que já exercem ou serão remanejados para outras. A secretária de Administração, Livânia Farias, pode vir a ser escolhida para comandar as Finanças. Waldson Souza, do Planejamento, Luis Tôrres, da Comunicação Social, Alécio Trindade, da Educação e Deusdete Queiroga, da Infraestrutura, estão entre os que devem permanecer.

A permanência ou não do atual secretário de Segurança, Cláudio Lima, gerou especulações ontem e tornou rumorosa uma definição. De acordo com versões, Lima teria a preferência do atual governador Ricardo Coutinho para continuar no cargo, mas estaria relutante em aceitar um convite se lhe for formulado. Em paralelo, soube-se que até a viúva do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que morreu em acidente aéreo, teria intercedido por Cláudio Lima, que sofre críticas pela atuação na Segurança e Defesa Social em virtude da escalada de violência registrada na Paraíba.

Na bolsa de apostas circulavam como cotados o deputado federal Luiz Couto (PT) para Desenvolvimento Humano, Lindolfo Pires (Podemos) para o Detran ou a Companhia Docas da Paraíba, deputado Genival Matias (Avante) para Articulação Política, suplente de deputado Arthur Cunha Lima Filho para Esporte e Lazer. O comando geral da Polícia Militar deve ser mantido com o coronel Euller Chaves, mas a Saúde pode sofrer mudanças com a indicação do médico Adilson Albuquerque, tendo como provável adjunto Edvan Benevides. Em pauta, ainda, nas especulações, José Arthur Viana Teixeira para Administração, João Vicente Machado na Cagepa, Simone Coelho Guimarães na Suplan, Krol Jânio Palitó na Codata, Maria Sales Lins no Programa de Artesanato, Carlos Pereira no DER e Emília Correia Lima na Cehap.

Na hipótese de Genival Matias ser indicado para a Articulação Política, a escolha fará parte de uma manobra para beneficiar com um mandato na Assembleia Legislativa o deputado Anísio Maia, que não foi reeleito. Esse “xadrez” foi confirmado ao site “Os Guedes” por um destacado dirigente estadual do PT. A nomeação de Luiz Couto tem o aval declarado do governador Ricardo Coutinho, que comandou um processo de reaproximação com o PT paraibano. Couto foi incluído na chapa ao Senado juntamente com Veneziano Vital do Rêgo (PSB). Este foi eleito com expressiva votação mas o petista foi derrotado e ficará sem mandato na Câmara. Interlocutores palacianos justificam a manutenção de nomes da equipe de Ricardo Coutinho como demonstração da lealdade de Azevedo e do entrosamento existente entre ambos. O comentário mais difundido nas últimas horas, a respeito, foi o de que o governo Azevedo é de continuidade,não havendo indícios de estremecimento nas relações com Ricardo Coutinho, que bancou sua candidatura e, desafiando prognósticos pessimistas, contribuiu para a vitória dele no primeiro turno.

Nonato Guedes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *