Bancada federal paraibana registra 50% de renovação nas urnas

Bancada federal paraibana registra 50% de renovação nas urnas

O mais votado entre os candidatos a deputado federal pela Paraíba nas eleições do domingo foi o presidente da Assembleia Legislativa, Gervásio Maia (PSB) que alcançou mais de 146 mil sufrágios e atribuiu o resultado ao trabalho “que vem dando certo em nosso Estado”. Filho do ex-deputado estadual Gervásio Bonavides Maia, que também presidiu a Assembleia Legislativa e neto do ex-governador João Agripino Filho, “Gervasinho” criou as possibilidades de vitória ao deixar o MDB, onde não tinha espaços, segundo se queixava, e ingressar no PSB a convite do governador Ricardo Coutinho. A partir de janeiro de 2019 a bancada da Paraíba na Câmara dos Deputados conviverá com uma renovação de 50%.

Da atual representação, foram reeleitos Aguinaldo Ribeiro, do PP, Wellington Roberto, do PR, Hugo Motta, do PRB, Damião Feliciano, do PDT, Pedro Cunha Lima, do PSDB e Efraim Filho, do DEM. Entre os novos figuram Gervásio Maia, Frei Anastácio Ribeiro (PT), Julian Lemos, do PSL, Edna Henriques, do PSDB, única mulher eleita para integrar a bancada paraibana na Câmara. De volta à Câmara figuram os ex-deputados Ruy Carneiro (PSDB) e Wilson Santiago (PTB). Em 2014, Ruy foi vice na chapa de Cássio Cunha Lima ao governo, derrotada por Ricardo Coutinho. Ficou sem mandato mas foi efetivado na presidência do diretório regional do PSDB, então ocupada por Cícero Lucena. Preparou o terreno para voltar à deputação federal e saiu-se bem.

Wilson Santiago, por sua vez, estava sem mandato, apenas exercendo a presidência do diretório regional petebista. Seu filho, Wilson, é deputado federal. O pai foi eleito ontem novamente para a Câmara e o filho se elegeu à Assembleia Legislativa. Wilson Santiago chegou a exercer o mandato de senador por dez meses em 2011 quando fixou-se a dúvida sobre a legitimidade da eleição de Cássio Cunha Lima, que estava enquadrado na Lei da Ficha Limpa, segundo interpretações. A Mesa do Senado e as Cortes em Brasília opinaram pela investidura de Cássio na titularidade – ele havia alcançado hum milhão de sufrágios, performance que nem de longe repetiu no pleito deste ano.

Julian Lemos é vice-presidente nacional do PSL e braço direito de Jair Bolsonaro na Paraíba. Ele ficou em décimo lugar na disputa à Câmara Federal, alcançando 71.899 votos, mas declarou que se considera um campeão de sufrágios e está otimista quanto às perspectivas de vitória de Jair Bolsonaro no segundo turno do pleito a presidente da República no dia 28 próximo. Ele embarcou ontem à noite para o Rio de Janeiro a fim de se reunir com Jair Bolsonaro e debater estratégias de atuação no segundo turno contra o candidato petista Fernando Haddad. O deputado Gervásio Maia, comentando o quadro geral das eleições na Paraíba, com fortalecimento da bancada estadual do PSB e com sua ascensão à Câmara, expressou: “Eu não tenho a menor dúvida de que a Paraíba começa a viver um novo tempo”.

Nonato Guedes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *