Em reunião com delegados, Daniella reafirma compromisso com valorização da Polícia Civil

Em reunião com delegados, Daniella reafirma compromisso com valorização da Polícia Civil

Daniella Ribeiro, candidata ao Senado Federal pelo Progressistas, esteve reunida nesta quinta-feira (13), com representantes da Associação de Defesa das Prerrogativas do Delegados de Polícia da Paraíba (Adepdel-PB). Na ocasião, Daniella conheceu o Plano de Segurança Pública, um estudo detalhado que tem como foco a reestruturação da Polícia Civil da Paraíba.  Mais que ouvir, Daniella reafirmou o compromisso de lutar pelos anseios dos policiais em Brasília, sendo eleita senadora. Daniella Ribeiro, candidata ao Senado Federal pelo Progressistas, esteve reunida nesta quinta-feira (13), com representantes da Associação de Defesa das Prerrogativas do Delegados de Polícia da Paraíba (Adepdel-PB). Na ocasião, Daniella conheceu o Plano de Segurança Pública, um estudo detalhado que tem como foco a reestruturação da Polícia Civil da Paraíba.  Mais que ouvir, Daniella reafirmou o compromisso de lutar pelos anseios dos policiais em Brasília, sendo eleita senadora.

A associação foi representada pelo presidente Steferson Nogueira e pelos delegados e também membros da Adepdel, Roberta Neiva, Emília Ferraz, Antônio Brayner e Bergson Vasconcelos. Na reunião com Daniella, a diretoria apresentou dados referentes à realidade da Polícia Civil da Paraíba, como, por exemplo, o fato de que a média nacional é de um policial civil para cada 1.591 habitantes. Na Paraíba, em delegacias e na atividade meio, a média é de um policial para cada 2.222 habitantes.

“Sabemos que não há como falar em Segurança Pública sem falar no pessoal, no humano. Precisamos valorizar o nosso policial, aquele que vai às ruas e arrisca a vida por todos nós, para que ele tenha, ao mínimo, um salário decente e boas condições para executar a sua missão”, afirmou Daniella.  Outro problema apontado durante a reunião foi em relação a não padronização das delegacias (das quais, 79% funcionam em prédios locados ou cedidos), a falta de autonomia financeira e a precariedade da estrutura tecnológica. A Paraíba é um dos três estados que não dispõem de sistema informatizado nas delegacias, o que compromete avanços no combate ao crime e à Segurança Pública como um todo.

Dentre as principais propostas destacadas pela Adepdel estão: concurso público com 2.043 vagas para policiais civis e 712 para servidores administrativos; padronização das delegacias; incorporação da bolsa-desempenho, sem perdas para os policiais; criação de um Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR); autonomia financeira e administrativa; e informatização e virtualização de todos os procedimentos da Polícia Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *