Galdino afirma que Assembleia Legislativa “está mais econômica”

Galdino afirma que Assembleia Legislativa “está mais econômica”

Ao apresentar um balanço das atividades do Poder Legislativo no primeiro quadrimestre deste ano, o deputado Adriano Galdino, presidente da Assembleia da Paraíba, enfatizou que a atual legislatura vem sendo a mais atuante da história da Casa de Epitácio Pessoa, comprometida com a redução de gastos. “A Assembleia está mais econômica, graças às medidas que foram tomadas pela Mesa Diretora, levando em consideração os reflexos da conjuntura de crise nacional”, pontuou o deputado socialista, que foi eleito para dois biênios da ALPB. Numa entrevista que concedeu ao programa “Correio Debate”, da 98 FM, Adriano atribuiu o resultado positivo ao reflexo do amadurecimento dos deputados, ele incluído.

“Estou com mais equilíbrio, mais capacidade de dialogar, com mais experiência, ouvindo mais e, consequentemente, errando menos”, ponderou ele, na autocrítica. A respeito da redução de gastos, o presidente destacou o programa de aposentadoria voluntária que este ano irá contemplar 100 dos 357 servidores com tempo para se aposentar e a nova licitação destinada à locação de veículos para parlamentares, que vai garantir uma economia da ordem de R$ 500 mil por ano. O parlamentar também abordou a relação harmoniosa que tem sido mantida com o governador João Azevêdo, mencionando reuniões com o chefe do Executivo todas as segundas-feiras para discussão de pauta geral de interesse público.

Adriano Galdino frisou que tem procurado contribuir para a construção e o êxito da administração do governador João Azevêdo, operando nos bastidores e de público para viabilizar a chamada governabilidade e fazendo com que as matérias encaminhadas pelo Executivo sejam aprovadas, respeitados os critérios de legalidade que fazem parte do regimento interno da ALPB. Além disso, destacou avanços nas relações com outros Poderes, o que garantiu, após sete anos, o descongelamento do Orçamento do Estado para repasse do duodécimo dos Poderes com reajuste do IPCA. “Este ano vamos votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias, já na próxima semana, de forma consensual, sem questionamentos, porque conseguimos chegar a um acordo que atendeu a todos”, revelou. Pessoalmente, Galdino é favorável à adoção do Orçamento Impositivo, mas defende que seja aprofundado o diálogo nesse sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *