Ministério Público investiga escala de policiais em Bayeux

O Ministério Público Estadual vai apurar denúncia de que na cidade de Bayeux existem vários policiais militares escalados para trabalharem, mas que efetivamente só ficam 4 horas, quando deveriam ficar 24 horas em efetivo trabalho.

De acordo com a denúncia, muitos são escalados na UPS localizada no Mário Andreazza, sem função de policiamento, mas ganhando horas extras.

A investigação será conduzida pela Promotoria de Justiça de Bayeux, sob o comando da Promotora Maria Edlígia Chaves Leite, que no último dia 6 instaurou inquérito civil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *